Nova regra deve solicitar cinco anos de histórico de mídias sociais a aplicantes de visto nos EUA

Credit: ABC News

Governo Trump quer mudar procedimentos para exigir que todos os candidatos a vistos entreguem cinco anos de histórico de mídia social. A nova regra faz parte do esforço do Presidente para implementar a “avaliação extrema” e mudar a forma como os imigrantes e visitantes dos EUA são processados.

WASHINGTON – A nova regra proposta pelo Departamento de Estado Americano exigiria que os estrangeiros que solicitam um visto incluíssem seus nomes de usuário em diversos canais de mídia social, incluindo Facebook, Twitter ou Instagram, além de endereços de e-mail anteriores, números de telefone e viagens internacionais – tudo dos últimos cinco anos.

O Departamento de Estado, que apresentou uma notificação da mudança proposta, estima que a nova regra afetará 14,71 milhões de aplicantes de vistos americanos, incluindo aqueles que se candidatam a vistos de estudantes, vistos para viagens e negócios ou vistos de férias.

“Manter padrões robustos de triagem para os solicitantes de visto é uma prática dinâmica que deve se adaptar às ameaças emergentes”, disse a porta-voz do Departamento de Estado do Departamento de Assuntos Consulares, Virginia Elliott, à ABC News. “A coleta dessas informações adicionais dos solicitantes de visto fortalecerá nosso processo de verificação e confirmação de identidade.”

VERIFICAÇÃO DE REDES SOCIAIS

Em maio do ano passado a administração de Trump mudou os procedimentos para permitir que funcionários consulares que avaliam as aplicações de visto em todo o mundo solicitem mais informações aos aplicantes se tiverem suspeitas ou dúvidas. Pela primeira vez, eles incluíram contas de mídia social, bem como números de passaporte anteriores, mais detalhes sobre os membros da família e um histórico pessoal mais longo, incluindo viagem, emprego e residência nos últimos 15 anos.

A nova regra declara que  todos os candidatos a vistos precisarão incluir cinco anos de nomes de usuários de mídia social em sua inscrição – cerca de 15 milhões de estrangeiros que solicitam vistos dos EUA a cada ano -, embora alguns candidatos a vistos diplomáticos e oficiais geralmente fiquem isentos.

Com informações: ABC News