Flórida deve receber “super profissionais” brasileiros em 2018

Rodrigo Lins (*)

O aumento dos investimentos previstos para cidades da Flórida em 2018 deve consolidar, ainda mais, o estado americano como destino certo para profissionais super qualificados vindos do Brasil. Dados recentes divulgados pelo Departamento de imigração americano mostram que em 2017 o número de solicitações do visto de habilidades extraordinárias, concedido a pessoas com carreira notável e conhecimento acima da média aumentou quase 4%.

Com mais investimentos em mobilidade urbana visando o aumento da qualidade de vida dos residentes e com o foco num sistema turístico mais inteligente e inclusivo, as cidades da Flórida apostam na geração imediata de oportunidades de investimento e atração de novos negócios. Este cenário é ideal para abrigar profissionais que desejam imigrar legalmente para a América.

Além disso, a possibilidade de entrar pela porta da frente nos Estados Unidos, com a eventual conquista do tão sonhado Green Card, em um curto período e a partir de uma carreira já consolidada, deve motivar profissionais brasileiros de alto gabarito que estejam descontentes com o contexto nacional a apostar na modalidade de processo imigratório por “extraordinary abilities”.

Este contexto, somado ao posicionamento público e favorável do Presidente Donald Trump a este tipo de imigração por habilidade deve garantir a confiança necessária para exportação das carreiras para os Estados Unidos. O processo normalmente se embasa na averiguação de evidências de carreira a 10 critérios que a imigração entende ser condicionais para conceder o status de residente permanente.

Um fator primordial que deve ser considerado por aqueles que decidirem aplicar para este processo é a notoriedade e reputação junto a veículos de comunicação no país de origem. Em outras palavras, será preciso validar a competência e o talento especial do profissional a uma dinâmica de divulgação junto a imprensa o que também exigirá o apoio qualificado de um profissional de gestão de imagem/marca.

É preciso estar ciente do processo de projeção de imagem como um todo, ou seja, averiguar se o que estará sendo consolidado no processo por um advogado de imigração licenciado é realmente o que confirmam as evidências da carreira deste profissional. Um ponto é crucial: as promessas de imagem que forem feitas à imigração serão sistematicamente analisadas e até mesmo questionadas. Um bom plano inicial de imagem e o suporte com escritório de imigração pode ser decisivo no sucesso do processo.

Sem dúvida é um caminho promissor que os profissionais mais ousados devem considerar para, de fato, alçar novos voos em suas carreiras, sobretudo àqueles que desejam projeção fora do Brasil.

(*) Rodrigo Lins é mestre em comunicação, especialista em produção audiovisual e jornalista correspondente nos Estados Unidos. CEO da agência de comunicação, marketing e imprensa americana, Onevox CreativeSolutions e Editor chefe da agência internacional de conteúdo independente OnevoxPress.